Bem vindos!

Aqui você encontra um pouquinho mais sobre a Pousada Quinta da Serra, um lugar mágico, repleto de charme, onde você pode descansar, namorar e curtir a natureza.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Mirtilos

Nosso pomar tem agora um novo destaque: o MIRTILO.

Os mirtilos tem o formato de Jaboticaba, mas se come com a casca
Originários da América do Norte, Ásia e Europa, os mirtilos ou blueberries são frutas que precisam de um inverno com muitas horas de frio, e por isto, se adaptaram bem em nosso terreno.
Por todo o mundo há laboratórios que  estudam os benefícios que o mirtilo traz à nossa saúde: 
  • Os mirtilos fornecem mais anti-radicais livres do que o vinho tinto, alimento com reputação de protector do coração.
  • Melhoram a visão e são excelentes para prevenir cataratas e reduzem a vista cansada.
  • Ajudam a prevenir e a tratar infecções no aparelho urinário
  • Melhoram a memória e a coordenação motora, protegendo o cérebro dos efeitos de deterioração cerebral associados à doença de Alzheimer.
  • São excelentes antídotos para a depressão.
  • Ajudam a baixar o nível de mau colesterol.

Os mirtilos são arbustos baixos
 


E se não bastassem tantos benefícios, a fruta possui fibras, ótima para o funcionamento do intestino e em uma xícara tem apenas 80 calorias.

Ainda pouco encontrada no Brasil, e a preços nada convidativos, o mirtilo pode ser apreciado por nossos hóspedes no próprio pé. As frutas podem ser colhidas de Novembro a Janeiro.

Quer coisa mais saudável e deliciosa? Então venha experimentar!
 



quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Gastronomia em Cunha

Não são apenas os atrativos naturais e aos ateliês de cerâmica que encantam os sentidos dos hóspedes. O “bien manger”é algo levado a sério em Cunha, e os ótimos restaurantes cativam o paladar, o olfato e avisão com seus variados sabores.



Raviolli do Vila Favorita
Cunha com sua gastronomia é um convite a todos que adoram uma boa mesa, e seus vários restaurantes são sempre uma desculpa para uma boa refeição, a ser feita lentamente, por puro deleite.


Badejo com purê de banana do Q. Cangalha
Pratos elaborados com ingredientes regionais, como as trutas, o pinhão, o shitake e o cordeiro fazem parte da maioria dos restaurantes. Não é a toa que a cidade promove em Abril a Festa do Pinhão, em Junho o Festival da Truta, em Agosto a Festa do Cordeiro.


Polpettone do Vila Favorita
Localizados próximo às atrações naturais na zona rural ou na cidade, no roteiro dos ateliês, os restaurantes proporcionam não só o prazer da comida, mas também lugares muito agradáveis, onde os proprietários fazem questão de visitar cada mesa, para saber se todos estão sendo bem atendidos.  O restaurante Vila Favorita é um exemplo disto. O chef Ernani produz artesanalmente todas as massas e molhos  que compõem o seu cardápio. No Quebra Cangalha, com um ambiente muito acolhedor, o menu muito bem elaborado vai de peixes à leitão à pururuca. Na Taberna do Coração da Terra, produtores de shitake, os pratos vegetarianos têm um gostinho de comida internacional.
Moqueca de cogumelos da Taberna
Restaurante Quebra Cangalha



 

sábado, 24 de setembro de 2011

Trilha nascente


video

A trilha que leva à nossa nascente é uma ótima opção para os que gostam de fazer uma caminhada antes do café da manhã, a assim abrir o apetite para saborear nossos pãezinhos e geléias caseiras, ou mesmo queimar as calorias, após esta deliciosa refeição.

Há 6 anos, quando compramos o terreno da pousada, iniciamos um trabalho para reflorestar o trecho  em volta das nossas nascentes. Através do programa da CESP, conseguimos 4500 mudas de árvores nativas, que foram plantadas em duas etapas.

 
O terreno que antes sofria inúmeras queimadas está se recompondo, e gradativamente a água das minas aumenta, devido à preservação da área verde. Sempre é hora para tomarmos atitudes que fazem deste planeta um lugar melhor!

 

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Micro Cerveja Artesanal Wolkenburg


Convencido pela esposa Heike a se mudar para o Brasil, o mestre cervejeiro Thomas encontrou na estância climática de Cunha as condições favoráveis para a produção de cerveja. Além de a região dispor de água em abundância, com uma composição química extremamente favorável, as temperaturas estáveis e amenas durante o ano todo são fatores determinantes à produção da cerveja.




Equipamentos em Inox da micro Cervejaria Wolkenburg

Surgiu então a Wolkenburg, que elabora suas cervejas segundo a Lei de Pureza Alemã de 1516, a qual estabelece que somente sejam permitidos cevada maltada, lúpulo e água na sua elaboração. Não são adicionados quaisquer produtos químicos, conservantes ou estabilizantes.

Receitas vindas diretamente da Alemanha

Como um alquimista, o mestre-cervejeiro Thomas combina cinco características: sabor, aroma, teor alcoólico, cor e estrutura da espuma, produzindo quatro tipos de cervejas:






WolkenburG Weiss Cerveja de trigo com teor alcoólico de 4,8%, apresenta aroma frutado, cor de mel;
WolkenburG Dunkel Cerveja escura Munique com teor alcoólico de 5,3%, cor de café; 
Wolkenburg Fit
Cerveja leve e equilibrada, com teor alcoólico de 2,8%, tons de cobre;
Wolkenburg Landbier Cerveja Tipo Indian Pale Ale Com teor alcoólico de 5,0%, acobreada de sabor intenso.




As cervejas são naturalmente turvas, pois não há a filtragem do produto final para evitar a retirada de substâncias saborosas e saudáveis para a saúde humana.



Para o prazer dos turistas, a Wolkenbourg promove 3 festas anuais, na propriedade do próprio casal.

Em Abril a Festa do Pescado, em Julho a Brezelfest e em Outubro a Oktoberfest.
Propriedade da Cervejaria Wolkenburg



Todas regadas à cerveja em forma de chopp, e das especialidades da culinária alemã, como Eisbein, Sauerkraut, Kassler, Fleischkäse, Weisswürste, Bretzel, pães produzidos com a cevada utilizada na cervejaria, além do delicioso Apfelstrudel como sobremesa.

Só de pensar, já deu água na boca!


sábado, 3 de setembro de 2011

"Cãopanheiros"

Na pousada recebemos muitos hóspedes, que como nós, são apaixonados por pastores. Por isto, não poderíamos deixar de falar um pouquinho sobre estes cães, que além de inteligentes são extremamente fiéis e companheiros.
Argus

Laika

Laika
Os pastores alemães surgiram de criadores que planejavam produzir cães de trabalho para guiar vacas e ovelhas. Muitos acreditam que lobos cativos foram utilizados nos primeiros cruzamentos, já que existem semelhanças entre as espécies, mas isto não é verdade, pois as crias entre este acasalamento seriam estéreis e quem seria louco de deixar um lobo vigiando uma ovelha?




Argus
Criados na Alemanha, esta raça migrou para o restante do mundo, após as guerras mundiais. Na 1ª guerra a Alemanha utilizou 400.000 cães, e na 2ª guerra 200.000. Os soldados aliados encantaram-se com a elegância, inteligência e a extraordinária capacidade em servir ao homem destes cães e os levaram para seus países. Treinados estes cães não só atenderam ao pastoreio, como também se tornaram cães de guarda, de polícia, guia de cegos, de busca e militares.

Forte, vivaz, incorruptível e destemido, o pastor é dotado de uma personalidade marcante e uma certa reserva, que não o predispõe a amizades imediatas e indiscriminadas, ou seja, é seguro de si, impondo confiança, respeito e admiração. Para os que possuem espaço e querem um cão de guarda, é a raça ideal.

Fonte: O pastor alemão de Joseph Schabacher

domingo, 21 de agosto de 2011

Frutas vermelhas:do campo às taças

Blackberry
Framboesa
As frutas vermelhas são antioxidantes, promovem o fortalecimento do sistema imunológico, a redução do risco de doenças cardiovasculares e do colesterol.


E se não bastassem tantos benefícios, são saborosas e podem ser transformadas em caldas, geléias, doces, licores e acreditem em VINHO.

Neste ano, aproveitamos a nossa boa produção de amoras blackberry e framboesas para testarmos o vinho de frutas vermelhas. Usando uma receita antiga de um livro inglês, misturamos framboesa, amora, açúcar, limão, fermento e água fervente em um vidro cuidadosamente esterilizado e lacrado.
A mistura ficou fermentando por 4 dias e depois colocada para decantar, foi filtrada e engarrafada.



As garrafas estão dormindo na nossa adega, esperando para que no ano que vem sejam abertas e degustadas.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Pedra da Macela


Existem lugares que nos fazem sentir perto do céu e de Deus. O Pico da Macela certamente deixa esta impressão nos visitantes.  A 1800 metros de altitude, a visão do recortado litoral entre Parati e Angra dos Reis é de tirar o fôlego. Vale cada minuto da caminhada para chegar ao topo da montanha. As fotos dos nossos hóspedes Cristiano e Cristiana, tiradas durante o inverno, melhor época para visitar esta atração, falam mais do que qualquer adjetivo que possamos dar a esta vista.


quarta-feira, 20 de julho de 2011

Fazendo uma mesa para o solário

Muito do que temos na pousada foi feito pelas mãos habilidosas do Ricardo. Nesta semana, ele presenteou o solário com esta maravilhosa mesa, que ele mesmo projetou e executou.

Depois de vários dias de projeto, mãos à obra!


Começando a montar o quebra-cabeça. A Laika está de olho, conferindo tudo!


Demora muito para ficar pronto?O Argus decidiu tirar uma soneca...

A mesa está tomando forma, mas os dogs desistiram de conferir...


Incrível como não sobrou, nem faltou, nenhuma peça do quebra cabeça!
 


Pincel vai, pincel vem... A Laika e o Argus, resignados com a espera,  foram correr  atrás de umas vaquinhas...
 


E finalmente, criando um espaço convidativo ao relax no nosso solário, a linda mesa prontinha e o descanso do nosso proprietário marceneiro.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Flores de Inverno

Em geral, as pessoas relacionam as flores exclusivamente com a estação da primavera. O inverno, embora com menos intensidade, oferece  flores muito atraentes e com cores deslumbrantes. Quando plantamos o nosso jardim, escolhemos várias destes espécimes, para que em cada estação, sempre tenhamos um cantinho florido na pousada.


O Manacá da Serra é um êxtase com suas flores de vários tons de rosa. Os hóspedes do chalé Sabiá têm um exemplar bem do ladinho da varanda.


Buquê da Dombéia
Arbusto da Dombéia
 A Dombéia, pouco conhecida, é um arbusto vigoroso com buquês de numerosas flores e  perfume de mel. Na varanda do chalé Cotovia pode se apreciar as flores nas cores branca e rosa.


Embaixo da varanda do chalé Andorinha, onde está plantado o Chapéu Chinês,  os beija-flores não se cansam de beber do néctar das flores amarelas e vermelhas.

 
Da hidro do chalé Beija-Flor podemos apreciar o Mulungu, com suas flores de pétalas pontudas e vermelho intenso.



E claro não podia faltar num jardim brasileiro a Bougainvillea, que embora se chame vulgarmente de primavera, floresce no inverno. Esta  de cor magenta encanta os hóspedes no deck do restaurante.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Manhãs de Inverno


As manhãs de inverno são maravilhosas por aqui. Um, presente para quem acorda um pouquinho mais cedo

O orvalho da noite se condensa, formando uma neblina muito alva, que esconde os vales e deixa apenas os picos das montanhas aparentes.

A paisagem fica muito fotogênica e para quem gosta de praticar as habilidades com a máquina fotográfica é um excelente convite.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

A cerâmica e os fornos Noborigana

Há mais de 30 anos foi construído o primeiro forno Noborigama em Cunha por  artistas provenientes do Japão, Portugal e S. Paulo, que se instalaram no ex-matadouro da cidade. Atualmente, Cunha possuí a maior concentração de fornos Noborigama do continente Sul-Americano.

O Noborigama é oriundo de uma linhagem de fornos que vem da China, e que adquiriu no Japão seu maior refinamento. Sua construção é ascendente, em degraus normalmente apoiados num declive natural. Os fornos são edificados com tijolos refratários e usa-se barro para vedar as frestas. Uma sucessão de câmaras são interligadas em patamares, terminando na chaminé. A quantidade de Câmaras e suas dimensões permitem que sejam queimadas inúmeras peças numa mesma fornada, garantindo um controle localizado da temperatura e uma economia de combustível.

Destes fornos saem mensalmente cerâmicas utilitárias, esculturas e verdadeiras obras de arte. A diversidade é um dos atrativos do trabalho aqui desenvolvido, elevando a cidade a pólo singular de arte. Os ateliês são um espetáculo de cores, formatos e texturas que encantam a todos os visitantes.